Início > Blog > Principais cuidados com gatos em apartamentos

Principais cuidados com gatos em apartamentos

Principais cuidados com gatos em apartamentos

Para aquelas pessoas que moram em apartamentos, adotar um cachorro pode não ser uma opção. Seja pela proibição do condomínio ou mesmo pela necessidade de espaço, os cães acabam não sendo bom um “match” para este tipo de imóvel, mas e quanto aos felinos?

Quais são os principais cuidados com gatos em apartamentos? É isso que vamos abordar neste artigo.

Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação, o Brasil é o segundo país do mundo com a maior quantidade de animais domésticos, totalizando mais de 50 milhões de cães e quase 25 milhões de gatos.

Embora existam muitos mitos associados com animais domésticos, gatos podem se acostumar melhor em ambientes como apartamentos. Isso, é claro, exige que o tutor compreenda algumas coisas e adapte o lugar onde vive para a presença do felino.

É por isso que daremos dicas de como cuidar do seu gatinho nesses casos. Leia o artigo até o final e tire suas dúvidas!

Você está no blog da Rede DOK. Nossos hospitais veterinários contam com os profissionais mais qualificados para tratar bem dos gatos domésticos.

 

7 principais cuidados com gatos em apartamentos

Pensando em auxiliar aqueles tutores que moram em apartamentos na companhia de seus gatinhos de estimação, abaixo nós listamos as 7 principais dicas associadas com a facilidade dos cuidados e com a segurança dos bichanos. Confira!

Disponibilize brinquedos e distrações

Gatos são naturalmente animais mais tranquilos do que cachorros, mas isso não significa que eles não gostem de brincar e de se divertir, especialmente se forem filhotes. Enquanto uma casa com quintal pode oferecer muitas possibilidades, apartamentos são mais restritos.

A fim de ajudar o seu gatinho a se divertir na residência, um dos principais cuidados com gatos em apartamentos é comprar brinquedos e distrações para ele passar o tempo. Esse ato também evitará que o animal resolva brincar com (e acidentalmente quebrar) objetos que não são dele.

 

Coloque telas de proteção em todas as janelas

Os felinos são animais com um bom equilíbrio, o que faz com que gostem de ficar em locais altos. Apesar disso, uma simples distração ou erro no pulo pode fazer com que eles se machuquem gravemente. Em apartamentos, esse perigo se torna ainda mais frequente.

Um dos principais cuidados com gatos em apartamentos, para evitar que o seu bichinho não se machuque, é colocar telas de proteção nas janelas e nas varandas.

Dessa forma, mesmo que o gato resolva subir na janela, a tela protegerá para que ele não sofra uma queda, garantindo maior tranquilidade.

Adquira um arranhador

Não é incomum que tutores de gatos e cachorros vejam móveis, calçados e outros objetos sendo destruídos por eles. Essa atitude pode ser um problema de comportamento, mas o mais provável é que seja somente uma distração, algo que pode ser corrigido e substituído.

Para os gatos, a solução vem na forma de arranhadores. A dica aqui é que o tutor adquira um objeto desses em um pet shop e incentive o felino para que ele o use nos momentos em que desejar testar suas garrinhas, protegendo os móveis e objetos do apartamento.

Considere realizar a castração

Embora não pareça, a castração é um procedimento cirúrgico extremamente indicado pelos profissionais da área veterinária e entra como os principais cuidados com gatos em apartamentos.

Isso porque os benefícios são muitos, indo desde a melhora no comportamento dos animais, até a diminuição da probabilidade de se adquirir uma doença, como alguns tipos de câncer.

Essa cirurgia é ainda mais benéfica para aqueles animais que vivem em apartamentos. A não-castração pode fazer com que eles resolvam fugir de casa momentaneamente para ir atrás de outros gatos, o que é especialmente perigoso quando se vive em andares superiores.

 

Leve o pet para passear

Quando pensamos em gato, passeios fora de casa na companhia dos tutores não é algo que imaginamos de imediato, certo?

Alguns bichos saem para passear por conta própria, mas é incomum os vermos na companhia do tutor. A verdade é que os felinos adoram passeios e você deve incluí-los entre os principais cuidados com gatos em apartamentos!

Em muitos casos, condomínios proíbem que os animais passeiem pelos ambientes sem o acompanhamento do tutor.

O objetivo dessa dica é evitar que o gato saia por conta própria, o que pode ser um perigo mesmo para aqueles que já estejam castrados.

Mantenha os ambientes limpos

Manter a limpeza está entre os principais cuidados com gatos em apartamentos e pode parecer uma tarefa mais fácil do que aquela enfrentada por quem mora em uma casa com quintal. Na prática, as coisas não são tão simples assim, principalmente para quem possui um ou mais gatinhos de estimação.

É imprescindível que os tutores ensinem o gato a usar a caixinha de areia e a não fazer suas necessidades em outros espaços.

Exceto em casos específicos, não é necessário que tutores deem banho em seus gatos, desde que os ambientes sejam mantidos limpos.

 

Faça companhia ao seu gatinho

Um dos maiores mitos, quando falamos sobre gatos, é o fato de que eles são animais independentes e que não precisam da companhia humana. Embora alguns pets tenham uma personalidade menos apegada, a verdade é que eles também precisam de nossa presença.

Caso você seja alguém que fica fora de casa por longos períodos de tempo, pode ser interessante encontrar alternativas, a fim de não deixar o animal sozinho por muitas horas. Mesmo a companhia de outro felino pode ser uma excelente forma de distraí-los e está entre os principais cuidados com gatos em apartamentos!

Sendo assim, siga essas dicas importantes e garanta muito mais qualidade de vida ao seu amigo felino, mesmo que esteja morando em um ambiente menor e mais fechado.

A Rede DOK reúne os principais hospitais veterinários do Brasil, com excelentes profissionais, para promover o bem-estar e preservar a saúde do seu amigão.

Agende uma consulta veterinária para seu gato! Você ama seu pet, nós amamos cuidar dele.

Confira outras postagens

Você já cuidou dos olhos do seu pet hoje? Conheça a importância da Oftalmologia

A saúde ocular dos animais de estimação é frequentemente negligenciada, pois muitos deles, mesmo cegos de um olho, não demonstram sinais visíveis e se adaptam bem ao ambiente. Por isso, é comum que tutores não percebam a cegueira parcial ou outros problemas oculares em seus pets. Importância da consulta Oftalmológica Consultas oftalmológicas regulares são essenciais […]

LER MATÉRIA

Dilofilariose Canina: Conheça os sintomas, tratamentos e prevenção!

A Dilofilariose Canina é um verme que se aloja no coração dos cães parasitados. Os parasitas formam grumos, levando ao aumento da câmara cardíaca do animal, resultando em um problema cardíaco. Como acontece a infecção? Assim como a maioria dos filarídeos, os membros desse gênero necessitam de hospedeiro intermediário artrópode (mosquitos) para a realização do […]

LER MATÉRIA

Hemodiálise para pets? Vem saber mais!

A medicina veterinária tem registrado avanços nos últimos anos, e os tratamentos inovadores para diversas condições têm proporcionado cada vez mais qualidade de vida aos pacientes pets. Um desses progressos é a hemodiálise. Mas o que é Hemodiálise? Os rins funcionam como um filtro natural do corpo, eliminando substâncias indesejadas e regulando os níveis de […]

LER MATÉRIA