Início > Blog > Quando procurar oftalmologista de cachorro? Descubra agora!

Quando procurar oftalmologista de cachorro? Descubra agora!

Quando procurar Oftalmologista de cachorro

Assim como acontece com a medicina humana, a veterinária possui uma série de especialidades relacionadas às partes do corpo dos animais e às patologias que podem acometê-las. E por isso pode surgir a dúvida sobre quando procurar oftalmologista de cachorro, o profissional que se destina a cuidar dos olhos dos pets.

Mais do que isso, ele lida com o diagnóstico e o tratamento de doenças relacionadas às estruturas oculares, especialmente os olhos, tecidos e anexos que os compõem. Naturalmente, ele é dotado de conhecimentos teóricos múltiplos.

Por se tratarem de veterinários especialistas, estes profissionais costumam ser procurados em situações específicas, as quais necessitem de suas habilidades. Para os tutores, surge a dúvida: em quais momentos devo procurá-lo?

Vamos esclarecer todas as questões sobre esse tema neste artigo. Você está no blog da Rede DOK. Em nossos hospitais veterinários, temos uma série de profissionais capacitados para atender seu cachorro.

Entenda quando procurar oftalmologista de cachorro

Com o objetivo de auxiliar tutores que estejam em dúvida se devem ou não levar seus cães a um especialista dos olhos, nós separamos uma lista com as 6 principais situações que apontam para a necessidade deste tipo de consulta. Confira!

1 – Primeira consulta de filhotes

Filhotes de cães precisam de muita atenção e cuidado por parte dos tutores, incluindo vacinações e exames para determinar se possuem ou não alguma doença congênita. Embora seja mais comum consultas com veterinários generalistas, especialistas podem ser visitados.

Nesse caso, para que compreenda quando procurar oftalmologista de cachorro, tais profissionais vão determinar se o animalzinho possui condições genéticas pré-existentes ou se existem indícios de que pode desenvolver algum tipo de doença futura. Essa atenção permite que soluções preventivas sejam colocadas em prática.

2 – Presença de sintomas relacionados aos olhos

A percepção de anormalidades nos cães costuma ser o motivo mais frequente (e indicado) sobre quando procurar oftalmologista de cachorro. Caso o tutor se dê conta de que existe algo errado com os olhos do bicho de estimação, é importante buscar ajuda o quanto antes.

Características como alteração ou mudança na cor e no tamanho da olhos e da pupila, presença de secreção ocular em excesso, inchaço na região dos olhos ou dificuldade para fechá-los, intolerância à claridade, visão prejudicada e olhos ressecados são bons exemplos.

Além disso, pode ser interessante perceber demais sinais que não estejam relacionados diretamente aos olhos, como dores ou incômodos. Fornecer o máximo de informações possível ao oftalmologista veterinário ajudará no diagnóstico e tratamentos.

3 – Check-ups regulares

Um fator importante a ser considerado quando falamos quando procurar oftalmologista de cachorro é que essas consultas costumam ser um pouco mais caras, considerando os conhecimentos específicos que os profissionais trazem e procedimentos que realizam.

Caso o aspecto financeiro não seja um problema para você, é muito recomendado visitar veterinários oftalmologistas para realizar check-ups de rotina. A frequência dessas consultas pode variar de acordo com a saúde do animal ou recomendações de outros profissionais.

 

4 – Realização de exames específicos

De modo similar à medicina humana, alguns exames veterinários só podem ser realizados por técnicos e especialistas em uma determinada área. Mais do que isso, a própria indicação de tais avaliações geralmente é feita de acordo com cada especialidade.

Eis uma situação importante sobre quando procurar oftalmologista de cachorro. Caso um exame ocular seja recomendado, é imprescindível buscar o consultório de um especialista. A interpretação dos resultados também recai sobre os mesmos profissionais, considerando os conhecimentos que possuem sobre os olhos do animal.

5 – Histórico médico e predisposição de raças

Você sabia que determinadas raças de cães são naturalmente predispostas a desenvolverem algumas doenças? Isso acontece como consequência da diferença no organismo deles e nas características que os animais possuem em comum.

No caso das patologias relacionadas a essa especialidade, os cães com maiores chances de terem problemas oculares são: boston terrier, boxer, bulldog francês, bulldog inglês, lhasa apso, pequinês, pug e shih tzu. Dessa forma, tutores destes pets já sabem quando procurar oftalmologista de cachorro: frequentemente.

Isso, porém, não significa que animais de outras raças não possam desenvolver doenças oftalmológicas ou mesmo sofrer acidentes que alterem o funcionamento das estruturas oculares. Fatores como comorbidades, idade e estilo de vida também influenciam no surgimento de patologias nos olhos dos cães.

 

6 – Tratamentos oftalmológicos contínuos

A partir da percepção de uma doença congênita ou que requeira tratamentos com maior duração, as visitas ao especialista podem ser contínuas. Isso significa que o retorno não é pontual, de acordo com uma determinada situação, mas um evento já programado previamente.

Nesses casos, é muito comum que os cuidados não sejam interrompidos, já que a parada ou ausência dos tratamentos pode ter consequências na saúde e na qualidade de vida do animal. Naturalmente, tudo isso vale também para a indicação e administração de alguns fármacos.

Logo, se você ainda tiver dúvidas sobre quando procurar oftalmologista de cachorro, converse com um veterinário de confiança. De acordo com as orientações dele, saberá como proceder.

Aproveite a qualidade dos hospitais veterinários da Rede DOK para preservar a saúde do seu amigão. Nossas unidades contam com profissionais capacitados nas mais diversas especialidades.

Agende uma consulta veterinária para seu cachorro. Você ama seu pet, nós amamos cuidar dele!

Confira outras postagens

O que fazer quando o gato esta gripado

O que fazer quando o gato está gripado? Entenda as causas e cuidados

Seu gato está gripado e você não sabe o que fazer? Confira 7 cuidados importantes para uma melhora rápida do seu animal de estimação!

LER MATÉRIA
O que perguntar ao veterinário na primeira consulta

O que perguntar ao veterinário na primeira consulta? Veja nossas dicas!

Vai levar o seu pet para a primeira consulta veterinária? Confira 9 dicas e saiba o que perguntar ao veterinário na primeira visita!

LER MATÉRIA
O que fazer quando o gato está babando

O que fazer quando o gato está babando? Veja algumas dicas

Seu gato está babando e você não sabe o que fazer? Confira quais são os principais diagnósticos e tratamentos associados a essa patologia!

LER MATÉRIA