Início > Blog > Como tratar ferida aberta em cachorro? Por que é importante ter este cuidado?

Como tratar ferida aberta em cachorro? Por que é importante ter este cuidado?

Como tratar ferida aberta em cachorro

Não importa o quão cuidadoso você é: seu doguinho invariavelmente vai aparecer com alguma lesão na pele, por menor que ele seja. Os cães são inquietos, brincam entre si de forma mais agressiva e vivem se esbarrando nas coisas.

Por conta deste comportamento, é sempre importante que os tutores saibam o que causa e como tratar ferida aberta em cachorro.

Embora as feridinhas surjam, na maioria das vezes, inofensivamente, há sim situações nas quais o tutor precisa ficar mais alerta. Afinal, estes podem ser sinais de que algo está errado com a pele ou mesmo a saúde do cão.

Para ajudá-lo, veja abaixo o que pode causar e, sobretudo, como cuidar do seu animal de estimação em casos como esses. Você está no blog da Rede DOK, nossa missão é proporcionar os melhores cuidados para cães, gatos e outras espécies. Conheça os nossos hospitais veterinários!

O que causa as feridas em cães?

Antes de falarmos como tratar ferida aberta em cachorro, vale a pena entender como elas podem surgir. As origens são diversas. A princípio, as principais causas são mordeduras de outros animais ou pequenos acidentes. Por exemplo, topar com móveis ou outras superfícies e quando está brincando.

Entretanto, outras condições também são causadoras de feridas nos cães. Entre elas, podemos destacar:

 

  • Doenças como leishmaniose;
  • Cistos;
  • Micose;
  • Sarna;
  • Lambeduras;
  • Dermatite;
  • Coceira;
  • Alergias;
  • Arranhões;
  • Queimaduras.

 

Seja qual for a causa, é importante levar o animal ao veterinário, pois somente o profissional identificará a gravidade. Principalmente nos casos em que a ferida vem de alguma situação adjacente.

Além disso, um machucado aberto e sem cicatrização expõe o cachorro a infecções. Esteja sempre atento!

 

Aprenda como tratar ferida aberta em cachorro

Em primeiro lugar, é preciso começar fazendo a limpeza. Para isso, use sabão neutro e água ou, preferencialmente, um antisséptico. Também há produtos cicatrizantes específicos para animais.

Enquanto cuida do ferimento, não se esqueça de usar luvas para não contaminar o cão, pois a pele dele está exposta. Ainda, prefira fazer a limpeza com gaze, uma vez que algodão pode deixar aqueles fiapos.

E, sobretudo, tenha cautela, pois a depender da extensão da ferida, o animal sente dor e até pode reagir de forma mais agressiva. Sendo assim, o ideal é levar o bichinho ao veterinário.

Ah, e enquanto faz a assepsia, observe a presença de algum corpo estranho como cacos de vidro. Caso haja, remova com cuidado. Ok, fez a limpeza inicial?

Então, é hora de seguir com o tratamento para que não surjam problemas secundários. Antes de mais nada, é fundamental não deixar a ferida exposta, principalmente nos casos em que haja infecção. Isso evita que se torne um problema generalizado, o que eleva a importância de saber como tratar ferida aberta em cachorro.

Uma dica importante neste sentido é usar repelentes e, assim, afastar moscas e demais insetos. Por fim, a gente sabe que qualquer ferimento incomoda e a primeira reação do animal será lamber o local. Então, verifique com o veterinário uma forma de deixar a região isolada.

O doguinho vai odiar, mas para o bem dele, avalie usar roupas cirúrgicas, curativos ou mesmo o temível colar elizabetano.

Nas situações em que o veterinário identifique alguma causa secundária, principalmente doença de pele, a forma de tratar a ferida aberta em cachorro depende do diagnóstico.

Deste modo, o tratamento segue com medicamentos específicos como anti-inflamatórios, antifúngicos, e antialérgicos, além de pomadas.

 

Posso usar remédios caseiros?

Quando explicamos como tratar ferida aberta em cachorro, muitas pessoas tendem a usar ingredientes caseiros nas feridas como açúcar, aloe vera e mel.

Embora todos tenham propriedades curativas, é imprescindível consultar um veterinário antes de substituir os medicamentos por remédios caseiros.

Afinal, primeiro é preciso identificar a causa da ferida e mesmo se haverá alguma reação, ainda que sejam substâncias naturais. Ou seja, assim como em humanos, evite a automedicação do seu cachorro.

 

Fique de olho!

Até aqui, vimos como tratar ferida aberta em cachorro e como é importante cuidar disso logo no início, evitando exposição à infecção. Porém, é importante ficar alerta a outros sinais. Entre eles, a presença de organismos, como berne, além da perda de peso ou pele, necrose na região ou mesmo abscesso.

Ademais, é fundamental observar se, além da ferida, o cão apresenta alguma mudança de comportamento, ficando mais apático, sem apetite e anêmico.

Isso pode ser sinal de um problema sistêmico e não apenas resumido a um machucadinho inofensivo.

Alguns cuidados são bem simples, neste sentido, e ajudam a reduzir os riscos de graves infecções e incluem a higienização do ambiente, bem como banhos regulares. A recomendação é que isso seja feito a cada 15 dias.

Evite deixar que o cão tenha acesso à rua sem o tutor. Isso reduz as chances de brigas com outros animais e acidentes mais graves.

Ainda, aplique remédios contra carrapatos e pulgas na regularidade recomendada e escove os pelos do animal com frequência para remover sujeira. Aproveite estes momentos para avaliar a saúde da pele do seu amigo.

E então, conseguiu entender como tratar ferida aberta em cachorro? Se precisar de ajuda para cuidar do seu animalzinho, agende uma consulta veterinária para ele!

Confira outras postagens

O que fazer quando o gato esta gripado

O que fazer quando o gato está gripado? Entenda as causas e cuidados

Seu gato está gripado e você não sabe o que fazer? Confira 7 cuidados importantes para uma melhora rápida do seu animal de estimação!

LER MATÉRIA
O que perguntar ao veterinário na primeira consulta

O que perguntar ao veterinário na primeira consulta? Veja nossas dicas!

Vai levar o seu pet para a primeira consulta veterinária? Confira 9 dicas e saiba o que perguntar ao veterinário na primeira visita!

LER MATÉRIA
O que fazer quando o gato está babando

O que fazer quando o gato está babando? Veja algumas dicas

Seu gato está babando e você não sabe o que fazer? Confira quais são os principais diagnósticos e tratamentos associados a essa patologia!

LER MATÉRIA