Início > Blog > Quais são as vacinas que o gato precisa tomar?

Quais são as vacinas que o gato precisa tomar?

Quais são as vacinas que os gatos devem tomar

As vacinas, sem dúvidas, são uma parte importante da saúde do seu gato, assim como de qualquer animal doméstico. Manter o protocolo atualizado ajuda a protegê-lo de doenças perigosas e potencialmente fatais.

Diante das diversas patologias existentes, é muito importante que os tutores saibam quais são as vacinas que o gato precisa tomar ao longo da vida. Desta forma, eles vão poder se organizar melhor para cumprir o calendário e preservar a saúde dos animais.

O principal objetivo das vacinas, como se sabe, é ensinar o sistema imunológico do animal a se defender. Logo, protege o felino de vírus e bactérias que desenvolvem enfermidades graves, a exemplo da raiva.

Além disso, a vacinação protege não apenas o animal que a recebe, mas toda a comunidade, isso inclui humanos e outros bichinhos. A seguir, trouxemos uma lista com as principais vacinas que o felino deve tomar. Além disso, explicaremos o que cada uma protege e quando ele deve começar a ser imunizado.

Você está no blog da Rede DOK. Temos uma série de profissionais capacitados para atender seu gato. Veja as especialidades veterinárias atendidas!

Quais são as vacinas que o gato precisa tomar?

Inicialmente, o protocolo vacinal do felino é composto por uma série de vacinas a serem aplicadas ao longo da vida. Como já destacamos, cada uma tem um objetivo específico, isto é, as zoonoses contra as quais protege. Entenda melhor abaixo!

Vacina contra a raiva

A raiva é uma doença viral grave que pode ser transmitida por meio da mordida. Ela afeta o sistema nervoso e se manifesta por meio de diferentes sinais, desde a apatia até comportamentos agressivos.

Para você que ainda não sabe quais são as vacinas que o gato precisa tomar, saiba que esta é anual e será administrada durante toda a vida do animal.

Vacina contra a panleucopenia felina

A panleucopenia felina, também conhecida como parvovírus felino, é uma doença altamente contagiosa e fatal, se não tratada a tempo. Acomete principalmente os filhotes e apresenta sintomas como vômitos acompanhados ou não de diarreia, febre e apatia.

Vacina contra a calicivirose felina

A calicivirose felina é uma doença respiratória e altamente contagiosa. Provocada pelo calicivírus, ela leva a um quadro muitas vezes confundido com outras doenças. Um dos principais sintomas é o surgimento de feridas na boca do animal, que o impede de se alimentar e tomar água corretamente.

Vacina contra a rinotraqueíte felina

Assim como a calicivirose, a rinotraqueíte felina é outra doença respiratória, desta vez, provocada pelo herpesvírus. De fácil transmissão entre animais, a patologia apresenta sintomas como:

  • Espirro;
  • Tosse;
  • Secreções nos olhos e nariz;
  • Febre.

 

Ou seja, sinais típicos da gripe, mas que indicam uma enfermidade mais grave. Logo, se você tem um felino e desconhece quais são as vacinas que o gato precisa tomar e ele apresenta algum dos sintomas acima, leve-o a um veterinário de confiança imediatamente.

Vacina contra a clamidiose felina

A clamidiose felina é uma doença bacteriana que pode causar problemas respiratórios, oculares e gastrointestinais. Porém, ela afeta principalmente os olhos, que ficam avermelhados e apresentam uma secreção purulenta.

Vacina contra a leucemia felina (FELV)

A leucemia felina é uma doença viral grave que pode ser transmitida entre gatos. Ela não tem cura e acomete o sistema imunológico, deixando-o suscetível a outras infecções. A vacina contra a FELV é principalmente recomendada em ambientes que abrigam muitos animais.

Vacinas múltiplas para gatos: o que são?

Ao pesquisar sobre quais são as vacinas que o gato precisa tomar é necessário informá-lo que existem algumas doses que protegem contra várias doenças, também conhecidas como polivalentes. As mais comuns são:

  • V3: também conhecida como vacina tríplice, ela protege contra a calicivirose felina e rinotraqueíte, bem como panleucopenia;
  • V4: além das proteções acima, a vacina quádrupla protege contra a clamidiose;
  • V5: por fim, existe a quíntupla que adiciona a proteção contra a FELV, além das doenças acima.

 

Normalmente, as vacinas múltiplas para gatos são as mais administradas, justamente por oferecerem proteções completas ao felino.

Quando devo começar a vacinar meu gatinho?

Caso você tenha adotado um filhotinho, o ideal é iniciar o protocolo vacinal já nas seis semanas de vida, ou seja, quando ele tiver cerca de 45 dias. E não se preocupe, pois até esse período, o gatinho ainda mantém a proteção adquirida pelo leite materno.

Após as primeiras aplicações, o profissional veterinário orienta quanto às doses de reforço que, normalmente, vêm aos 90 e 120 dias. É muito comum que o animal tenha uma carteirinha de vacinação para fazer este controle. Normalmente, a revacinação das múltiplas é anual.

Ah, e não se esqueça de que a vacina contra a raiva também é administrada periodicamente. Aproveite e vermifugue o bichinho, oferecendo então a proteção completa.

 

O gato passa mal após tomar a vacina?

Acima explicamos quais são as vacinas que o gato precisa tomar e é muito comum que surja uma dúvida: os animais podem apresentar alguma reação? Da mesma forma como ocorre em crianças, os medicamentos podem gerar algum incômodo aos felinos logo após a aplicação.

Sendo assim, é normal que o gato apresente, por exemplo, letargia, ou seja, ficar mais quietinho ao longo do dia. Febre, inchaço, perda de apetite e alguma sensibilidade no local onde o imunizante foi aplicado são outros sinais que podem surgir.

Normalmente, tais reações duram, no máximo, dois dias. Em casos raros, entretanto, além dos efeitos acima, o gato pode apresentar diarreia e vômito e, por vezes, reações alérgicas um pouco mais intensas.

Caso a reação afete a sua respiração ou alimentação, busque apoio em seu veterinário de confiança.

Em suma, a vacinação é altamente indicada para os felinos, assim como qualquer outro animal de estimação. Elas protegem contra uma série de doenças, a maioria delas potencialmente graves.

Aproveite a qualidade dos hospitais veterinários da Rede DOK para preservar a saúde do seu amigão. Nossas unidades contam com profissionais capacitados nas mais diversas especialidades. Agende uma consulta e venha vacinar o seu gato. Você ama seu pet, nós amamos cuidar dele!

Confira outras postagens

Você já cuidou dos olhos do seu pet hoje? Conheça a importância da Oftalmologia

A saúde ocular dos animais de estimação é frequentemente negligenciada, pois muitos deles, mesmo cegos de um olho, não demonstram sinais visíveis e se adaptam bem ao ambiente. Por isso, é comum que tutores não percebam a cegueira parcial ou outros problemas oculares em seus pets. Importância da consulta Oftalmológica Consultas oftalmológicas regulares são essenciais […]

LER MATÉRIA

Dilofilariose Canina: Conheça os sintomas, tratamentos e prevenção!

A Dilofilariose Canina é um verme que se aloja no coração dos cães parasitados. Os parasitas formam grumos, levando ao aumento da câmara cardíaca do animal, resultando em um problema cardíaco. Como acontece a infecção? Assim como a maioria dos filarídeos, os membros desse gênero necessitam de hospedeiro intermediário artrópode (mosquitos) para a realização do […]

LER MATÉRIA

Hemodiálise para pets? Vem saber mais!

A medicina veterinária tem registrado avanços nos últimos anos, e os tratamentos inovadores para diversas condições têm proporcionado cada vez mais qualidade de vida aos pacientes pets. Um desses progressos é a hemodiálise. Mas o que é Hemodiálise? Os rins funcionam como um filtro natural do corpo, eliminando substâncias indesejadas e regulando os níveis de […]

LER MATÉRIA