Início > Blog > Como cuidar do porquinho da Índia? Confira nossas dicas!

Como cuidar do porquinho da Índia? Confira nossas dicas!

Como cuidar do porquinho da Índia

Os roedores estão entre os grupos de animais domésticos mais populares. Os motivos para isso são muitos, mas em geral o seu apelo está relacionado com a simplicidade do cuidado, baixo custo para entregar uma vida confortável e especialmente uma aparência adorável!

Dentre os roedores, o porquinho da Índia se destaca. Apesar do nome, eles têm origens sul-americanas! Esse bichinho também recebe os nomes de cobaia, cobaia-andino, préa-do-reino e Cuy. Assim como outros animais, eles existem diferentes espécies.

Nesse texto nós vamos falar sobre como cuidar do porquinho da Índia para que os tutores possam garantir uma vida tranquila e saudável para seus pets. Explicaremos sobre sua alimentação, higiene, cuidados com a saúde, sociabilidade e algumas curiosidades. Vamos lá?

Você está no blog da Rede DOK. Temos uma série de profissionais capacitados para atender seu animal.

 

Como cuidar da alimentação do porquinho da Índia?

Porquinhos da Índia são animais completamente herbívoros. Isto é: ao contrário de cães e gatos domésticos que comem carne, esses roedores se alimentam exclusivamente de vegetais. Naturalmente, insetos, laticínios e ovos também estão fora da dieta deles.

A base da alimentação dos porquinhos da Índia é composta de dois pilares principais: as rações e os vegetais.

É importante notar que os roedores não podem comer qualquer ração, como as de outros animais, necessitando que seja oferecida uma alimentação específica para eles.

Quanto aos vegetais, destacam-se as verduras e legumes, algumas frutas e feno de alfafa e de capim. Essas duas primeiras categorias de alimentos devem ser oferecidas com algum intervalo, especialmente as frutas. Para todos os dias, sirva o feno e a ração especializada.

Necessidades fisiológicas e higiene

Dentro das orientações de como cuidar do porquinho da Índia, saiba que ele não possui um lugar específico onde faça suas necessidades. É possível treiná-lo para que faça cocô e xixi em caixinhas de areia específicas para roedores, mas isso não é obrigatório. O mais importante é que a gaiola esteja sempre limpa.

Caso o seu porquinho da Índia faça as necessidades fora da gaiola, basta limpar. Se ele as fizer dentro de onde passa boa parte do dia, é preciso trocar o material que esteja forrando o chão a fim de evitar os maus odores e até mesmo prejuízos para a saúde do seu roedor.

Banhos em porquinhos da Índia não são obrigatórios e, na verdade, costumam não ser recomendados por veterinários. As exceções acontecem quando eles estão muito sujos. Mesmo assim, é preciso ter extremo cuidado, a fim de não machucar o bicho de estimação.

Como cuidar da saúde do porquinho da Índia?

Porquinhos da Índia são animais relativamente frágeis, especialmente se comparados com outros pets. Isso significa que os tutores devem prestar a máxima atenção ao cuidar deles, se preocupando em dar alimentos frescos, manter a higiene da gaiola e preservação da sua saúde.

Esses roedores não necessitam de vacinas e nem de vermífugos. Apesar disso, eles também se beneficiam de idas regulares ao veterinário, assim como qualquer outro animal doméstico. Isso é especialmente importante caso eles demonstrem sintomas de possíveis doenças.

O tempo de vida de um porquinho da Índia costuma variar entre 4 e 8 anos, dependendo da sua espécie, alimentação, local onde vive e condições genéticas. Apesar do curto período em que ficam em nossa companhia, eles oferecem muita alegria e carinho!

Interações com pessoas e outros animais

Para você que está aprendendo como cuidar do porquinho da Índia, saiba que este animal está entre os roedores domésticos mais sociáveis, o que significa que geralmente gosta da companhia de outros da sua espécie.

A interação com demais animais, por outro lado, dependerá da personalidade de cada um dos bichinhos. O mesmo vale para as interações com seres humanos, de forma similar ao que acontece com cães e gatos.

No geral, esses roedores costumam ser brincalhões e se dão bem com crianças, desde que as brincadeiras não sejam agressivas e não machuquem.

O único detalhe digno de nota é que os porquinhos podem se reproduzir. As fêmeas costumam entrar no cio duas vezes por mês, por um período de um ou dois dias. A fim de evitar procriação, é recomendado que gaiolas sejam compartilhadas pelo mesmo sexo.

Ainda sobre procriação, se você tem um cachorro em casa, veja detalhes sobre a castração dele.

Outras informações úteis

Para encerrar as nossas dicas de como cuidar do porquinho da Índia é preciso destacar que ele tem uma temperatura corporal maior do que a nossa, o que significa que não sente tanto frio quanto os seres humanos. Apesar disso, é muito importante dar a opção do calor ao seu bichinho, permitindo que ele durma mais quente ou mais fresco.

Também é interessante mencionar que os porquinhos comem as próprias fezes em algumas ocasiões, o que não é prejudicial para a saúde deles. Eles também têm ouvidos muito sensíveis, de modo que a gaiola deve estar posicionada em um local livre de barulhos.

Caso você tenha alguma dúvida sobre a melhor maneira de cuidar do porquinho da Índia, o mais recomendado é que agende uma consulta com um médico veterinário, mesmo que o pet não esteja doente. O profissional irá instruí-lo sobre a forma adequada de conduzir as situações!

Acima de tudo, o que porquinhos da Índia mais precisam é do amor e da atenção dos tutores. Quando existe uma preocupação genuína com o bem-estar desses roedores, soluções para os mais variados problemas podem ser encontradas em conjunto com os profissionais da área.

Confira outras postagens

Você já cuidou dos olhos do seu pet hoje? Conheça a importância da Oftalmologia

A saúde ocular dos animais de estimação é frequentemente negligenciada, pois muitos deles, mesmo cegos de um olho, não demonstram sinais visíveis e se adaptam bem ao ambiente. Por isso, é comum que tutores não percebam a cegueira parcial ou outros problemas oculares em seus pets. Importância da consulta Oftalmológica Consultas oftalmológicas regulares são essenciais […]

LER MATÉRIA

Dilofilariose Canina: Conheça os sintomas, tratamentos e prevenção!

A Dilofilariose Canina é um verme que se aloja no coração dos cães parasitados. Os parasitas formam grumos, levando ao aumento da câmara cardíaca do animal, resultando em um problema cardíaco. Como acontece a infecção? Assim como a maioria dos filarídeos, os membros desse gênero necessitam de hospedeiro intermediário artrópode (mosquitos) para a realização do […]

LER MATÉRIA

Hemodiálise para pets? Vem saber mais!

A medicina veterinária tem registrado avanços nos últimos anos, e os tratamentos inovadores para diversas condições têm proporcionado cada vez mais qualidade de vida aos pacientes pets. Um desses progressos é a hemodiálise. Mas o que é Hemodiálise? Os rins funcionam como um filtro natural do corpo, eliminando substâncias indesejadas e regulando os níveis de […]

LER MATÉRIA